top of page

Margaret Jull Costa

Margaret Jull Costa traduziu obras de vários escritores espanhóis e portugueses. Venceu o Prémio de Tradução Portuguesa com O Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa, em 1992, e com A Árvore das Palavras, de Teolinda Gersão, em 2012, e foi finalista de numerosas distinções com as obras A Relíquia (1996), de Eça de Queiroz, O Migrante Pintor de Pássaros (2002), de Lídia Jorge, A Cidade e as Serras (2009), de Eça de Queiroz, e A Terra do Fim do Mundo (2012), de António Lobo Antunes. Com Javier Marías, ganhou o International IMPAC Dublin Literary Award de 1997 com A Heart So White, e, em 2000 e 2011, ganhou o Weidenfeld Translation Prize com, respetivamente, All the Names e The Elephant's Journey, ambos de José Saramago. Em 2008, ganhou o Pen Book-of-the Month-Club Translation Prize e o Oxford Weidenfeld Translation Prize com Os Maias, de Eça de Queiroz. Em 2015, ganhou o Marsh Children's Fiction in Translation Award com As Aventuras de Shola, de Bernardo Atxaga, e em 2017, com a sua co-tradutora Robin Patterson, ganhou o Best Translated Book Award com Crónica da Casa Assassinada, de Lúcio Cardoso. Em 2018, ganhou o Prémio Vall-Inclan para On the Edge, de Rafael Chirbes.

Em 2013, foi nomeada Fellow da Royal Society of Literature e, em 2014, foi-lhe atribuída uma OBE por serviços prestados à literatura. Em 2018, foi agraciada com a Ordem Infante D. Henrique pelo governo português e com o Lifetime Award for Excellence in Translation pelo Queen Sofia Spanish Institute de Nova Iorque.

Traduziu para a Dedalus: As Aventuras do Engenhoso Alfanhuí e O Rio de Rafael Sánchez Ferlosio, A Confissão de Lúcio e A Grande Sombra de Mário de Sá-Carneiro, Uma Família Inglesa de Júlio Dinis, Os Livros que devoraram meu Pai de Afonso Cruz, A Menina do Mar (e outras histórias) de Sophia de Mello Breyner Andresen (com Robin Patterson), The Dedalus Book of Spanish Fantasy (com Annella McDermott), The Dedalus Book of Portuguese Fantasy (eds. Eugénio Lisboa e Helder Macedo), Sonatas de primavera e verão e Sonatas de outono e inverno de Ramón del Valle-Inclán; de Eça de Queiroz: O Mandarim, A Relíquia, A Tragédia da Rua das Flores, O Crime do Padre Amaro, O Primo Bazílio, Os Maias, A Cidade e as Serras, Alves & Cia, O Mistério da Estrada de Sintra e A Ilustre Casa de Ramires. É também editora e co-tradutora da antologia Take Six: Escritoras Portuguesas.

  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
bottom of page